(Espécie de) Gelado Perna-de-Pau

Partilha a tua sensação
Os dias de pausa já começaram. Finalmente!!!! E embora os dias de férias propriamente ditas ainda estejam longe do horizonte, os planos familiares, principalmente com a mais pequenita, já começaram. Já houve mergulhos em águas paradas e frias, já houve desafios de jogos de tabuleiro, lanches divertidos. Claro que está, nada de sestas depois do almoço tal como eu almejava. Isso está oficialmente fora dos planos (que eu não controlo). Mas atenção não me queixo, ter tempo para a familia, para fazer as rotinas com mais calma, ou mesmo encaixar novas actividades nas rotinas é um privilégio. Um dos sitios que temos habitado com gosto é a cozinha. A mais pequena perguntou-me se podiamos confeccionar um gelado. O que é que acham? Férias pedem gelado certo? Fomos à frutaria preferida da cidade e comprámos a sua fruta favorita: morangos. Da confusão da cozinha surgiu uma espécie de Gelado Perna-de-Pau, sem chocolate. Lambuzámo-nos, é só o que posso dizer. Eu gostava que tivessem "ouvido" isto da boca da mais pequena, mas quando lhe pedi para ser ela a escrever este post a resposta saiu-lhe da boca prontamente: Não, nem pensar! Consegui convencê-la a transpor para o "papel" a receita que de forma intuitiva preparámos, com as palavras dela. Espero que gostem. Na realidade, esperamos que gostem e que usem esta receita para passarem bons momentos com as pessoas de quem gostam.





(Espécie de) Gelado Perna-de-Pau


Ingredientes
200ml de natas
200g de morangos frescos
100ml de açúcar amarelo
2 colheres de sopa de açúcar refinado
1 iogurte grego

Preparação:
Bater as natas durante um minuto e a seguir acrescenta-se duas colheres de açúcar refinado. Bater as natas por mais dois minutos até ficarem firmes. Colocamos as natas no frigorífico. Depois acendemos o fogão e num tacho juntamos os morangos e o açúcar amarelo. Em lume médio, deixar o açúcar derreter e os morangos libertarem o seu sumo e ficarem mais macios. Trituramos os morangos. Voltamos a pô-los ao lume até o liquido reduzir. Convêm ir mexendo para a mistura não colar à taça. Deixamos arrefecer. Voltamos a pegar na taça das natas, e juntamos o iogurte grego. Quando a mistura dos morangos já não estiver muito quente pegamos nas formas e vamos enchendo-as, alternando as natas com os morangos.




Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: