Madalenas de Abóbora e Canela

2 sensações partilhadas
Um dos júris do Masterchef Australia, não sei bem qual, costuma dizer The best impressions, are the first. Ou algo parecido. Numa tradução livre, esta expressão pode significar: As primeiras impressões são as que ficam. Confesso que sempre dei muita importância às primeiras impressões. Principalmente no que toca a conhecer pessoas. Sinto que o primeiro “embate” é o mais verdadeiro, sem formatações ou máscaras, sem grandes verdades adquiridas. Sinto que as primeiras impressões me são concedidas pelo coração e não pela cabeça. E tendo em conta que no dia-a-dia, devido às rotinas e às responsabilidades laborais uma pessoa tende a funcionar mais com a cabeça do que com o coração, no que concerne a fazer amizades ou a gostar de alguém prefiro sem dúvida que seja o meu coração a guiar-me. Até agora não tenho razão de queixa. Sinto que as pessoas que mais me são queridas e que me rodeiam nos momentos mais importantes conseguiram, sem sombra de dúvidas, iluminar o meu coração. Claro que as primeiras impressões já me enganaram algumas vezes. Mas acho que se podem contar pelos dedos de uma mão e ainda sobram.




Por exemplo, nem sempre é fácil quando iniciamos um novo trabalho. Temos de enfrentar um grande desconhecido. O ambiente muda, as tarefas mudam, mas acima de tudo mudam as caras que nos vão acompanhar durante oito longas horas diárias. Há uns anos atrás, quando isto me aconteceu dei de caras, ainda sem saber bem porque, com uma pessoa que no primeiro instante assumi como amiga, daquelas do peito. O tempo passou, mas só comprovou que as minhas primeiras impressões estavam correctas. Mesmo a distância física que passou a existir entre nós, não invalida a amizade que foi construída.

E porque me lembrei disto tudo, das primeiras impressões, das amizades, etc? Porque estas Madalenas de Abóbora e Canela foram confeccionadas para receber/reencontrar em minha casa essa grande amiga.

Espero que estas Madalenas vos causem boa impressão, mas acima de tudo, que possam brindar com elas a uma boa amizade.

 
Ingredientes
3 ovos
3/4 de chávena de açúcar branco
1/2 de chávena de óleo de girassol
300gr de puré de abóbora
3 chávenas de farinha
1 colher de chá de fermento (bem cheia)
1 colher de chá de canela

Pré-aquecemos o forno a 180Cº. Juntamos os ovos e o açúcar na mesma tigela e batemos bem até obtermos uma mistura fofa e esbranquiçada. Adicionamos o óleo e voltamos a mexer bem. Peneiramos a farinha, o fermento e a canela para dentro da tigela. Misturamos o puré de abóbora e incorporamos bem. Enchemos até meio as forminhas, previamente untadas, e levamos ao forno durante cerca de 8 minutos, ou até a massa dourar, ganhar consistência e não colar aos dedos.


Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

2 A partilhar sensações:

Paula Moita disse...

Sem dúvida que muitas vezes nos deixamos levar pelas primeiras impressões, mas às vezes também nos enganamos e descobrimos pessoas maravilhosas de coração cheio! A minha impressão acerca das tuas madalenas é que não me engana, pois são um regalo para os olhos e certamente para o paladar...
um beijinho

Sara S Ramos R disse...

Identifiquei-me com o que disseste. Sou muito de primeiras impressões. Além de ser uma pessoa que raramente me entrego logo a primeira impressão é crucial para abrir uma porta. :)
Adorei as madalenas e ainda mais que tenham sido para reencontrar uma amiga.
Beijinho.
Sarinha.
No Conforto da Minha Cozinha