Pão de Centeio

2 sensações partilhadas
Dou por mim a viver os dias de semana ansiosa pela chegada do fim-de-semana. Ansiosa por aquele momento em que posso deitar mãos a algo que acredito mesmo, seja a investir no meu campo, seja a amassar pão em cima da mesa da cozinha ou a fotografar frascos peganhentos à uma da manhã (depois no próximo post perceberam esta dos frascos pegajosos). Dou por mim a viver as semanas com saudades dos ingredientes que realmente me fazem feliz. Não pensem que me estou para aqui a lamuriar. A verdade é que saber o que me alimenta alma e ter saudades dessa realidade permite-me viver com mais intensidade esses momentos e canalizar boas energias para com quem vivo essas realidades. E por isso tento sempre brindar os positivos espaços temporais com boas receitas.  No fim-de-semana passado, inspirei-me nos lanches que a minha avó preparava aquando da sementeira da batata ou da debulha do milho. Nestas ocasiões, grandes pães passavam de mão em mão, e eram partidos toscamente. Mas inspirei-me também nos pequenos-almoços de infância, onde o café de cevada imperava como bebida quente. O resultado destas inspirações foi um divinal, simples e confortável pão de centeio.




Ingredintes
700gr de farinha de centeio
2 colheres de chá de sal
2 colheres de chá de açúcar mascavado
3 saquetas de fermento de padeiro da marca Vahiné
450ml de água morna
2 colheres de sopa de azeite
1 clara de ovo

Peneiramos a farinha para uma tigela. Adicionamos o açúcar e o fermento e misturamos. Fazemos um sulco no centro e deitamos a água morna e o óleo. Mexemos com uma colher de pau até a massa começar a ligar e depois amassamos com as mãos até que a massa se despegue da tigela. Colocamos a massa numa superfície enfarinhada e amassamos durante cerca de 10 minutos., até ficar elástica e macia. Pincelamos uma tigela com azeite. Moldamos a massa numa bola,colocamo-la na tigela e cobrimos com um pano húmido. Deixamos levedar num lugar quente durante duas horas, até que a massa duplique de tamanho. Pincelamos uma forma com azeite. Pomos a massa numa superfície ligeiramente enfarinhada e "sovamo-la" durante mais 10 minutos. Moldamos a massa formando uma bola e colocamo-la no tabuleiro preparado. Cobrimos com um pano húmido. Deixamos levedar num lugar quente durante mais 40 minutos, até que a massa duplique de tamanho. Entretanto, aquecemos o forno a 170ºC, e no fundo do mesmo colocamos uma forma com água. O objectivo é que o calor do forno seja um calor húmido. Levamos o pão ao forno durante 20 minutos. Retiramos do forno e pincelamos a superfície com a clara, previamente batida. Levamos novamente ao forno e cozemos durante mais 20 minutos. Pincelamos novamente com a clara a parte superior do pão e voltamos a pôr no forno durante 20 minutos. Transferimos para uma rede de arrefecimento.









Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

2 A partilhar sensações:

sandra pereira disse...

Adoro!!!
No fim de semana vou experimentar.

Beijinhos Ana. :)

Ana disse...

Obrigada Sandra pelo comentário simpático. Teve oportunidade de experimentar a receita? Espero que sim e que tenha gostado do resultado final. Um beijinho.