Cores de 2012 e um Desafio

Partilha a tua sensação
2012 não foi de todo o ano em que concretizei os grandes sonhos, ou os grandes objectivos propostos. Mas foi um ano de boas experiências, de descobertas pessoais importantes, de crescimento em quanto ser humano e de convívio sincero com familiares e amigos. Talvez tenha sido um ano lento, em que todas as concretizações demoraram imenso até chegarem a bom porto, mas 2012 não foi um ano em branco. Escrevi muitas páginas, páginas importantes que de alguma forma irão mudar a minha vida nos próximos tempos. Não sei se para melhor ou pior, pois o futuro é uma incógnita. Todavia, encaro essas mudanças com vontade, com optimismo, com a certeza de que não estou estagnada, antes pelo contrário, continuo a ditar as linhas do meu destino, ou pelo menos parte dele. Continuo a errar e a aprender com os erros. Há lá coisa melhor.

Por isso, e apesar de algumas adversidades, de alguma lentidão e de algumas desilusões, não olho para 2012 com mágoa. Talvez 2012 tenha sido a base do trampolim que me permite a médio longo prazo atingir o impulso que necessito para a pirueta majestosa. 

Vamos todos encarar o novo ano com optimismo ou pelo menos com os braços levantados em gesto de determinação? Este é o desafio!


Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: