Creme Queimado de Citrinos

Partilha a tua sensação
Faltam poucos dias para entrarmos oficialmente no Verão. Todavia, as temperaturas que se têm feito sentir não correspondem a uma Primavera amena, antes pelo contrário, têm antecipado a época veraneante. Eu gosto de bom tempo, adoro os dias de sol que convidam a piqueniques, os fins de tarde na piscina, os anoiteceres de intensos dourados, a areia quente da praia, as sombras dos pinheiros do meu campo, as saladas frescas. Tanta coisa boa que aparece com o bom tempo. Mas confesso que não sou adepta de temperaturas tão altas. Stresso-me. Verdade. Acordo de manhã com calor, vou para o trabalho com calor, chego a casa com calor. Não pensem que me estou a queixar, nada disso. A verdade é que não podemos gostar todos da braseira que foi acesa pela mãe natureza nos últimos dias. Só isso.




Para além do constante estado de espirito calorento, há algo que com estas temperaturas é quase impossível fazer. Algo que eu adoro. Acender o forno, pastelar e pastelar. Quem tem coragem de o fazer com 31 graus constantes na cozinha e sem ar condicionado? Não estou preparada para deixar de preparar refeições confortantes no forno (tipo lasanha, batata assada, cabrito, pizzas). E vocês até me podem dizer que o calor não puxa por este género de refeições mais quentes, mas o que é que querem, adoro comidas confeccionadas no forno. Já para não falar do meu imenso gosto por bolos e bolachinhas.



Portanto, como por estes lados estou a fazer birra (a fincar pé e a dizer: quero ligar o forno, quero, quero) partilho convosco uma receita que necessita de forno e que é simplesmente maravilhosa. Acreditem, podia comer esta receita durante todo o verão. Sim, eu sei que no Verão está calor e que o corpo pede sobremesas frescas. Mas esta tem de ser servida fria, bem fria. Vão por mim, mesmo que a vossa cozinha aponte temperaturas do deserto do Sahara, vão querer ligar o vosso forno. 






Creme Queimado de Citrinos

Ingredientes
1/2 litro de leite
1,5 dl de natas
Casca de 1 laranja e de 1 limão
8 gemas
200 gr. de açúcar branco
açúcar para queimar

Levamos o leite ao lume com a nata e as cascas de citrinos. Deixamos levantar fervura. Retiramos o leite do lume e deixamos repousar durante cerca de 15 minutos para ganhar sabor. Findo esse tempo, coamos o leite. Batemos as gemas com o açúcar até obtermos uma mistura fofa e cremosa. Juntamos o leite, mexendo sempre. Distribuímos o preparado por ramequins ou formas próprias para ir ao forno. Pré-aquecemos o forno a 150ºC. Levamos as taças ao forno, em banho-maria, durante 40 minutos ou até que o creme fique firme. Deixamos arrefecer e mantemos no frigorífico até ao momento de servir. Polvilhamos as taças com açúcar e queimamos com ferro em brasa (ou maçarico)









Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: