Bolinhos de Amor e Canela

2 sensações partilhadas
Durante muitos anos, os primeiros foguetes que se ouviam na manhã de Domingo de Páscoa davam o sinal de que a romaria estava a começar. Ouvia-se sempre o mesmo comentário: "o Padre já anda nas quintas". Iniciava-se o alvoroço pacífico à espera da cruz, dos beijos, das aleluias. A mãe dava os últimos retoques na mesa de Páscoa. Ajeitava-se o envelope destinado à igreja, enchia-se a mesa de pequenas delícias e nunca podia faltar uma laranja vistosa. Assim que a cruz e a sua comitiva pousava o pé dentro da nossa quinta, os cães ladravam em sinal de intrusão clara. A partir desse momento, a Páscoa podia-se instalar noutro tipo de azáfama, noutro ritual tão importante, como o de preparar uma mesa farta para a família. E acreditem cá em casa, a Páscoa assemelha-se ao Natal. Convida-se meio mundo e o forno de lenha não arrefece durante dias.





Ainda hoje, continua a ser este o cenário. Mesmo afastada daquele que foi outrora o meu ninho, continuo a praticar estas rotinas pascais. Gosto de me erguer cedo e rumar até à casa que recebe a cruz, que acolhe as aleluias e na qual identifico a Páscoa. Por mais anos que passem, há uma magia muito familiar e muito agradável em redor da minha Páscoa.




Existe uma receita que nunca falha na mesa de Páscoa. Uma receita bastante simples, que brilha pela sua simplicidade, por não ter açúcar a mais, pela sua versatilidade (serve para pequeno-almoço, almoço, lanche ou jantar) e que muitas vezes na família oferecemos em substituição das tradicionais amêndoas.Além disso, tem sempre um ingrediente especial, que até está identificado no nome: o Amor. De onde surge este nome? Não sei, mas que estes são Bolinhos especiais, são.











Bolinhos de amor e Canela

Ingredientes para a massa
225g de manteiga amolecida
140gr de açúcar branco refinado
2 ovos grandes
400gr de farinha de trigo autolevedante
1 colher de chá de bicarbonato ed sódio
1 colher de café de cardamomo

Ingredientes para a cobertura de canela
3 colheres de sopa açúcar branco refinado
2 colheres de sopa de canela

Colocamos a manteiga e o açúcar numa tigela e misturamos bem com uma colher de pau. Sem parar de mexer, adicionamos os ovos e o cardamomo. Peneiramos para esta mistura, a farinha e o bicarbonato de sódio. Misturamos tudo muito bem até os ingredientes ligarem perfeitamente. Moldamos uma massa numa bola, embrulhamos em película aderente e levamos ao frigorífico durante 30 a 60 minutos. Aquecemos o forno a 180ºC e forramos dois tabuleiros com papel vegetal. Num prato raso, juntamos as três colheres de sopa de açúcar e a canela Retiramos a massa do frigorífico e moldamos pequenas bolinhas. Rebolamos cada bolinha na mistura de canela para as revestir. Dispomos num tabuleiro, bem separadas entre si. Levamos ao forno durante 12 a 15 minutos, até os bolinhos ficarem douradinhos. Deixamos arrefecer nos tabuleiros entre 5 a 10 minutos. Transferimos os bolinhos de canela e amor para uma rede metálica para arrefecerem completamente.



Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

2 A partilhar sensações:

Sara Cabido disse...

Mas que delícia de bolinhos....com amor :) têm um aspecto divinal e parecem ser super simples de fazer! Acho que vão sair muito bem no próximo fim-de-semana, no lanche de amigas! Obrigada pela partilha da receita <3

Ana disse...

Olá Sara,
obrigada pelo comentário. A receita não engana, é mesmo simples. Espero que gostes e que o resultado seja do teu agrado. Um beijinho