Balancete de 2016.

Partilha a tua sensação
Parece que passou uma vida inteira neste ano de 2016. Tal foram os desafios constantes e por vezes desmotivantes. Foi um ano estranho, confesso. Dizem que os anos bissextos são assim. Se por um lado vivenciei um dos melhores momentos da minha vida, também é verdade que sofri diversos desapontamentos que colocaram em risco a minha saúde.  Descobri o que são realmente pessoas tóxicas. Descobri que apesar de às vezes querermos muito uma coisa, o universo pode estar contra as nossas vontades. Descobri que aquilo que eu considerava qualidades pessoais, podem talvez ser defeitos existenciais. Descobri que a reflexão, a meditação é a melhor "arma" para sermos felizes e encontramos a paz que realmente precisamos. Senti a iminência de perder familiares queridos. Senti que não me esforcei o suficiente. Senti que o meu lado negativo puxou mais por mim  e eu não o consegui calar. Senti que me afastei do meu intuito de regressar ao campo. Senti que a dada altura os sonhos ficaram em suspenso. Senti também muito amor, muito apoio, muito companheirismo, muita força em querer lutar.



Eu que sempre gostei de fazer balanços, sinto uma vontade enorme de virar a página em branco, como se o livro que estou a ler tivesse um erro de tipografia, uma página onde a tinta não quis permanecer. Contudo, por outro lado sei que não há caminhos certos ou errados, bons ou maus. E que cada enredo tem a sua beleza, cada história tem a sua moral ou conclusão final. E eu ainda estou a apreender todo o conhecimento que consegui amealhar ao longo deste ano. E foi (é) tanto que aprendi. Acima de tudo, e apesar de o balanço não ser inteiramente positivo, estou grata. Grata por 2016 me ter proporcionado um dos melhores dias da minha vida. Fui tão feliz ao lado do meu companheiro de sempre, de receber o seu sorriso. De partilhar com ele as minhas angústias, os meus sonhos. De partilharmos mãos nervosas e tremeliqueiras. Estou grata de ter partilhado com as pessoas que me são queridas e que amo este dia maravilhoso. Sabem quando as pessoas que vos querem bem conspiram para vocês brilhem, para que vocês se sintam bem, para que um dia cheio de percalços se transforme NO DIA!











Estou grata pelas viagens dentro e fora de Portugal. Estou grata por ter descoberto que há pessoas que simplesmente não valem o esforço. Estou grata pelos desafios que correram mal e me ensinaram a seguir em frente. Estou grata pelas boas pessoas que estão lá sempre independentemente de se faça chuva ou faça sol. São elas que também me dão força todos os dias. Estou grata pelas novas e simpáticas pessoas que encontrei neste mundo virtual e que me inspiram todos os dias. Estou grata por ter tido tanto para contar. Estou grata pelas experiências que me fizeram sair da zona de conforto. Estou grata pelos familiares que lutaram e ainda lutam para que estejamos todos juntos. Olho por cima do ombro e penso: Bolas 2016, podias ter sido bem melhor. Mas mesmo assim só te posso dizer Obrigada.
















Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: