Ornamentos Rústicos de Natal

Partilha a tua sensação
Uma das coisas que mais me encanta no Natal são, sem sombra de dúvida, as decorações. Adoro imaginar cenários que ora se pintam de vermelho e branco, ora se enfeitam de verde e dourado. Posso inclusive pesquisar horas sem fim novas formas de engalanar a minha casa e prepara-la para as épocas festivas. Acreditam que já li todas as dicas sobre construir coroas no site da Martha Stewart? Sim, porque apesar de ficar fascinada com as imagens de casas elegantemente decoradas com ornamentos perfeitos acessíveis em diversas lojas da especialidade, cá em casa sempre que chega esta época do ano deitamos mãos à obra e fazemos magia. Magia torta, pouco simétrica, de aspecto muito tosco, mas magia pessoal que deixa marcas e memórias.

 E nesta onda das inspirações, esqueci-me que muitas vezes o melhor é largar a internet, sair à rua, conhecer mundo e as maravilhas que nos rodeiam. Por insistência da mãe, e com algum cepticismo meu à mistura, aproveitámos o feriado para conhecer a tão falada Aldeia de Natal, em Cabeça, Seia. Se por um lado a matriarca da família tinha ouvido que se tratava de uma aldeia típica, escondida na Serra da Estrela com uma tradição muito forte no que toca às decorações de Natal, por outro lado havia a minha sensação de "isto pode ser apenas mais uma designação comercial de mais um qualquer conceito de natal que não é bem natalício".



Pois bem, estava completamente enganada. Embora já se sinta algum marketing, a verdade é que se respira outro ar festivo nesta aldeia. Os habitantes continuam a manter a tradição, continuam a manter a genuinidade de Cabeça, mantêm a tradição de enfeitar as ruas, as casas, as portas, as janelas com ornamentos construídos a partir do que a natureza lhes dá, como giestas, folhas secas, bolotas, pinhas, videiras, etc. É como se as pessoas trabalhassem na criação de um Natal sustentável. Deliciei-me com o que vi. E caso ainda estejam indecisos com as decorações que pretendem para as vossas casas, ou se necessitam de inspiração para um Natal mais ecológico, aqui ficam algumas inspirações.


Nota: Esta visita não coincidiu com o programa cultural e de animação da Aldeia Natal, previsto para 12 de Dezembro a 06 de Janeiro. Ou seja, foi feita na tranquilidade de uma aldeia isolada, sem a presença massiva de visitantes.
Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: