Bolo de cenoura, canela e cardamomo

Partilha a tua sensação
Penso que já esgotei a minha cota parte de posts sobre o Outono. Mas vá lá, permitam-me voltar a tocar no assunto. O outono começa hoje. Oficialmente, a sua entrada ocorre às 15h21. É o que diz o site do Observatório Astronómico de Lisboa. Muitos dizem que se trata de uma estação propícia às depressões, à queda de cabelo, aos maus humores matinais devido à baixa de temperatura, aos maus humores ao final do dia devido ao anoitecer mais cedo. Eu entendo que o Outono não seja visto com bons olhos. Os dias ficam mais curtos e esta incisão de horas de luz tem uma influência tremenda no nosso corpo e em todas as substâncias que ele produz para andar equilibrado. Eu que tanto gosto do Outono, talvez a minha estação favorita, também houve tempos em que senti essa influência pesada. Ainda hoje, sei que as minhas defesas se ressentem quando se instalam os tons outonais. E como o importante é nos conhecermos bem, a nível físico e psicológico, sei sempre que devo reforçar os cuidados com a alimentação, ingerir algum suplemento que possa melhorar a minha resistência e claro reforçar as gargalhadas, os jantares com os amigos e família, as caminhadas ao ar livre.

Apesar destas alterações, não consigo olhar para o Outono como o mau da fita. Antes pelo contrário, ele faz parte do equilíbrio, faz parte da pausa necessária para que os campos possam na Primavera voltar a florir, obriga-nos a abrandar para que consigamos 100% de vitalidade no Verão. Sei que às vezes é difícil encarar esta pausa como uma benesse, tal é o ritmo que hoje em dia levamos. Mas acho que nos devíamos perguntar: se a natureza abranda para que se mantenha em equilíbrio, porque nós humanos não fazemos o mesmo? Sim, eu sei. Temos de manter os empregos, cuidar da família, cuidar da casa, sonhar e trabalhar para concretizar os sonho, mas…..às vezes penso se não há uma maneira mais saudável de manter isso tudo mas em equilíbrio com o ritmo da mãe da natureza. Confesso que ainda não encontrei respostas, mas isso não me via impedir de aproveitar em pleno o Outono.




Bolo de Cenoura, Canela e Cardamomo
Ingredientes
350gr de puré de cenoura
3 ovos
200gr de açúcar amarelo
50ml de leite
350gr de farinha sem fermento
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de café de canela
1 colher de café de cardamomo

Descascamos as cenouras e cozemos até que fiquem macias. Escoamos a água e trituramos até obter um puré. Deixamos arrefecer. Pré-aquecemos o forno a 180ºC. Numa taça misturamos o açúcar, os ovos e batemos até que esteja tudo bem ligado. Juntamos o puré de cenoura arrefecido e o leite. Voltamos a mexer bem. Adicionamos lentamente a farinha, o fermento, o bicarbonato, a canela e o cardamomo. Continuamos a bater até incorporar bem todos os ingredientes. Deitamos a mistura na forma de bolo previamente untada. Levamos ao forno durante 35 a 40 minutos ou até que o bolo fique dourado e fofo ao toque. Deixamos arrefecer os bolos na forma durante uns minutos antes de colocarmos numa grelha de arrefecimento.







Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: