Tarte de Santiago (um regresso e uma despedida)

Partilha a tua sensação
Depois de vários meses com o forno inanimado devido a uma avaria muito foleira, estou de volta à arte de "pastelar", ao mundo das bolachinhas, biscoitos e afins. E como eu gosto de "pastelar". Estes meses parada fizeram-me perceber que de um modo geral gosto de fazer um pouco de tudo na cozinha, mas é na área da pastelaria e padaria que me sinto bem. 

Para experimentar o forno decidi confeccionar uma receita inspirada no país vizinho: Tarte de Santiago. Trata-se (mais uma vez) de uma receita simples, fácil de confeccionar e que é super saborosa. A primeira vez que tive contacto com esta receita foi em Santiago de Compostela. São várias as lojas que vendem este petisco doce e por hábito os lojistas promovem esta iguaria oferecendo pequenas fatias aos turistas que passam junto aos seus espaços comerciais. Não sei se a minha tarde ficou parecida à de nossos hermanos, pois a última vez que comi Tarte de Santiago foi há muito tempo atrás. Confesso que não tenho grandes recordações. No entanto, parecida ou não, o resultado final agradou-me. Até porque, a confecção desta receita não só marcou o regresso do forno venho, como marcou também a despedida do mesmo. A partir de agora, todas as receitas serão confeccionadas num novo espaço, num novo forno, numa nova dinâmica. Mudar de casa não é fácil, mas essa conversa ficará para um novo post. Para já anotem a receita de Tarte de Santiago e experimentem.

Ingredientes
200gr de Açúcar
100gr de Amêndoa Moída
100gr de Farinha Auto levedante
5 ovos
Raspa de um limão

Batemos os ovos juntamente com o açúcar até obtermos uma mistura esbranquiçada. Juntamos a farinha e a amêndoa e batemos muito bem. Misturamos no preparado a raspa de limão. Levamos ao forno a 170ºC durante 30 minutos. O forno deve ser pré-aquecido durante 10 minutos. Após os 30 minutos, retiramos do forno de deixamos arrefecer. Polvilhamos com açúcar em pó.


Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: