Carteiras de mulher

Partilha a tua sensação
Não sei se é correcto da minha parte generalizar que as carteiras das mulheres são efectivamente um mundo à parte. Pelo menos a minha mala é um ser estranho a muito a gente. Ele é talões de compras, de facturas do médico, pacotes de açúcar larapiados dos cafés, o essencial baton do cieiro ( que a meio do mês já são uma dúzia deles), moedas espalhadas pelo fundo, rebuçados, pastilhas, dezenas de canetas, papes com ideias e idiotices, guardanapos engraçados, pensos rápidos, pensos higiénicos, chaves e frasquinhos de creme hidratante. Como vêm é um mundo inteiro de objectos desnecessários. Mas só me comecei a aperceber disso há cerca de duas semanas, desde que a GNR decidiu que em trajecto percorrido por mim tem de haver uma operação Stop. Não bebo, não consumo produtos ilícitos, por isso estaria safa de multas e tipicas boquinhas pouco eruditas, não fosse a desarrumação da carteira.

“Os seus documentos por favor” “Só um momento senhor Guarda, eles andam algures…deixe-me….só procurá-los melhor” “Carteiras de mulher….Não traz a documentação consigo?” “Trago, trago….eles estão algures” “Pois, mas tem de ter isso mais arrumado, senão perdemos aqui muito tempo.”

Conclusão…depois da vergonha, vem a consciência….hoje comprei um porta documentos novo….para ver se a coisa fica um pouco mais arrumada.
Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

0 A partilhar sensações: