Falar de domingo a meio da semana

2 sensações partilhadas
Aos domingos quando almoço em casa de familiares não gosto de aparecer de mãos a abanar. Para mim o domingo é um dia de celebração. Celebração da família que geralmente se reúne, do convívio, do tempo livre, dos mimos, dos sonhos, da descoberta de histórias. Ao domingo o tempo rende e estica, apesar de passar a correr. Quando era pequena, morava numa casa humilde, mas que possuía um grande pátio, que embora fosse um local privado, muitas vezes servia de pousio a toda a aldeia. Estava sempre cheio, ou era com as brincadeiras e patifarias das crianças da aldeia (nas quais me incluía) ou com grande jantaradas e almoçaradas familiares, aos domingos. Fizesse sol ou fizesse chuva, remediava-se uma mesa ou várias mesas compridas e havia lugar sempre para mais um. Cresci com avós, bisavós, tios, meios tios, segundos tios, terceiros primos e por ai fora, numa família grande, que tinha gosto em partilhar um prato e dois dedos de conversa naquele pátio. Sempre aos domingos. E ninguém chegava de mãos a abanar. As fotografias demosntram isso mesmo. Mesas repletas de comida e sorrisos rasgados. Portanto, sim, os domingos são especiais. Mesmo hoje, quando o tempo voa e os domingos se sobrepõem a novos domingos. São sempre especiais. A minha forma de contribuir é mimar os que amo com iguarias confeccionadas por mim, ou ajudar no que posso para que esses almoços e jantares aconteçam. Um contributo simples.

Aqui fica uma sugestão de uma receita muito simples com que podem abrilhantar as entradas de um almoço de família.

  Ingredientes
150gr de farinha de trigo
150gr de queijo (eu usei queijo da ilha)
100gr de manteiga
1 gema de ovo
Sementes de Sésamo q.b.

Misturamos a farinha e o queijo previamente ralado num tigela. Adicionamos a manteiga e areamos com a ponta dos dedos até os ingredientes ficarem bem combinados. Misturamos a gema de ovo  e as sementes de sésamo e mexemos até formar uma pasta. Envolvemos a massa em película aderente e levamos ao frigorífico durante 30 minutos. Numa superfície enfarinhada, estendemos a massa finamente. Com um cortador (formato a gosto) cortamos as rodelas. Levamos ao forno, previamente aquecido a 200ºC, durante 10 minutos.

Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

2 A partilhar sensações:

iwantobakefree disse...

Em coração ficam muito mimosas estas bolachinhas!

Ana disse...

Ficam diferentes e podem ser uma boa sugestão para o Dia dos Namorados. Pois com certeza há pessoas que preferem salgadinhos a iguarias doces. :) Mais uma vez obrigada pelo comentário tão simpático.