Um bolo que assinala uma nova etapa

4 sensações partilhadas
Uma das grandes resoluções para este ano foi o de adquirir hábitos mais saudáveis. Uma decisão que tenho seguido, mas que na semana passada acabou por ganhar todo um outro peso. Por perscrição médica, tenho de banir o sal e o açúcar da minha alimentação. Pensei: logo a mim que gosto tanto de um bom petisco e que não resisto a um bom doce, a uma boa gulodice. Da sensação de perda de controlo sobre o meu corpo, sobre a minha alimentação, passei para uma vontade incontrolável de comer chocolates. O fruto proibido é sempre o mais apetecível. Há pessoas que são muito organizadas e racionais em relação à sua alimentação. Conseguem reflectir sobre o que é saudável ou não e em três tempos orientam a sua ingestão de alimentos para o que é mais conveniente à saúde e "à formosura". Infelizmente, eu sou o oposto. Basta o meu olfacto encontrar algo interessante, que o resto dos sentidos vão atrás. Penso no meu bolo chifon de chocolate. Onde é que ele vai ficar nesta equação? Para já fica quietinho, apenas na imaginação. Agora tenho de encontrar novos caminhos alimentares, novas formas de eu própria ver a cozinha e a culinária e aprender novas regras, mas também descobrir novos sabores. E para não pensar muito sobre o assunto, este fim-de-semana iniciei a busca por novos ingredientes mais equilibrados. Alfarroba, foi este o ingrediente rei e senhor do meu fim-de-semana. A farinha de alfarroba é utilizada para substituir o cacau. Enquanto que o cacau possui até 23 por cento de gordura e 5 por cento de açúcar, a alfarroba possui 0,7 por cento de gordura e um alto teor de açúcares naturais (sacarose, glicose e frutose). Os sabores são bastante diferentes e custa olhar para um bolo que parece de chocolate/ou de cacau, mas que depois de provado o sabor nada se assemelha a esses ingredientes mais gulosos. Mas acreditem vale a pena experimentar e introduzir este ingrediente na alimentação do dia a dia.




Ingredientes
2 ovos
1 iogurte natural (usei iogurte de soja)
1 medida de açúcar (a medida é o copo do iogurte)
1/2 medida de óleo
2 colheres de sopa de farinha de alfarroba
1 colher de sobremesa de fermento em pó
2 medidas de farinha de trigo
1 medida de amido de milho

Batemos as claras em castelo e reservamos. Numa tigela grande misturamos as gemas, o açúcar e o óleo. Batemos até todos os ingredientes estarem ligados. Juntamos o iogurte, as diferentes farinhas e o fermento. Depois destes ingredientes ficarem bem unidos, juntamos as claras. Levar ao forno, pré-aquecido a 150º, durante 20 minutos.

 
Muito obrigada a todos e a todas que me fizeram chegar mensagens positivas de apoio. 


Próximo publicaçãoMensagem mais recente Publicação anteriorMensagem antiga Página inicial

4 A partilhar sensações:

miriam disse...

tem muito bom aspecto =)))
mas se queres ser ainda mais saudável sugiro substituires o açúcar por geleia de agave (ou açúcar mascavado que faz muito menos mal do que o branco!) e o óleo por mnateiga de soja, por exemplo... isto se usaste óleo convencional =)

Tertúlia da Susy disse...

Oh Ana,
Que pena mas, sei que vais conseguir ultrapassar este obstáculo da melhor forma.
Eu adoro bolos de alfarroba.
Bjs, Susana

Ana disse...

Miriam, muito obrigada pelas dicas. Da próxima que confeccionar este bolo terei em conta os novos ingredientes que sugeres :)

Ana disse...

Susana, obrigada pela força. Às vezes é difícil mudar anos e anos de hábitos. Mas com força tudo se consegue. Bj